O Quarteto é Fantástico, a ação nem tanto!

Após muita controvérsia pela escolha de Michael B. Jordan para viver o Tocha Humana e muitas polêmicas de bastidores, o reboot de Quarteto Fantástico chegou aos cinemas duas semanas atrás.

O filme dirigido por Josh Trank (Poder Sem Limites) conta a origem do super grupo da Marvel de uma forma bem diferente daquela versão de 2005 com a Jessica Alba e o Chris Evans. Com um elenco mais jovem, o filme foca totalmente na construção dos personagens e suas personalidades.

Reed Richards, interpretado pelo ótimo Miles Teller, é o garoto nerd e inteligente do colégio. Jamie Bell interpreta Ben Grimm, que é o guarda-costas de Reed. Susan Storm (Kate Mara), aqui é filha adotiva do Dr. Franklin Storm (Reg E. Cathey) e trabalha com o pai na Fundação Baxter. Já Michael B. Jordan interpreta Johnny Storm, que tem problemas com o pai e adora chamar atenção.

Na trama, Reed ajuda Dr. Franklin e Victor Von Doom (Toby Kebbell) a criar uma máquina capaz de viajar para uma dimensão alternativa. Com a máquina funcionando, os jovens se deparam com um novo mundo. Mas um acidente acaba dando poderes a eles.

A relação de amizade entre Reed e Ben explorada desde a adolescência é uns dos trunfos do filme, tanto que Reed se culpa a todo o momento por ter causado aquilo com seu amigo.

A premissa do filme é basicamente mexer com realidades paralelas, um filme que Christopher Nolan e Ridley Scott certamente aprovariam o conceito. A ficção científica que Trank trouxe para o longa é algo até então inédito, nenhum outro filme de super heróis abordou este tema.

Michael B. Jordan é um bom ator, mas ele encarna a essência “zoeira” de Johnny Storm apenas no final do filme. Chris Evans sem dúvidas entregou um papel muito mais convincente ou mais condizente do Tocha Humana.

Kate Mara entrega uma boa Susan, e só a tem a melhorar. No geral, o elenco é muito bom.

Quarteto Fantástico vem sendo bombardeado de críticas negativas desde sua estreia. Muitas dessas críticas são com relação à falta de cenas de ação e outras são por conta do roteiro que deixou o filme “lento”. Realmente falta ação durante as 1h41min do longa, o que costuma desagradar muito o público do gênero, que espera por cenas coreografadas e bem trabalhadas de ação.

Mas o filme não é ruim. É uma história de origem e que se limita a isso. Como disse anteriormente, Trank focou no desenvolvimento de personagens e seus relacionamentos dentro da trama. Quando o filme parece que vai finalmente decolar, ele termina.

Poderíamos ter uma luta mais épica entre o Quarteto e o vilão Doutor Destino, que mais uma vez foi mal trabalhado. As motivações vilanescas de um dos principais vilões do universo Marvel simplesmente não foram explicadas, parecendo apenas birra de um jovem revoltado com o mundo. Sem falar em seu visual, nada “elegante”.

Em 1994, para não perder os direitos da franquia, a Fox gravou um filme do Quarteto jamais lançado. O mesmo foi divulgado recentemente. clique aqui

O longa de 2005 recebeu inúmeras críticas e lucrou mais de US$ 330 milhões. Quarteto Fantástico e o Surfista Prateado (2007), segundo filme da franquia, também acumulou críticas negativas e rendeu mais de US$ 289 milhões.

Este novo Quarteto já explodiu de críticas negativas _ chegando a apenas 8% de aprovação no Rotten Tomatoes _ e lucrou US$ 26,2 milhões na semana de estreia nas bilheterias dos EUA. Mundialmente o filme teve melhor recepção. No Brasil, o longa estreou em primeiro lugar com R$ 9,7 milhões.

Torço para que Quarteto Fantástico faça uma bilheteria mundial razoável para termos a sequência, marcada para 9 de Junho de 2017. É a chance da Fox fazer tudo o que não fez neste filme: priorizar a ação e continuar desenvolvendo os personagens. Sem contar em manter os planos de fazer um crossover com os X-Men. 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s