Tópaz curtir um som novo no #Conheça

Banda Tópaz mostra porque música boa é feita com alma

O #Conheça de hoje traz para você, leitor do Cultura e Ponto Final, a banda Tópaz. Comecei a escutar o som dos caras não faz muito tempo, mas é aquele tipo de melodia que não sai da cabeça e gruda na orelha feito chiclete. Tudo culpa do Pedro Ramos, vulgo Toledo, vulgo guitarrista do Supercombo, que já passou pelas baquetas do Tópaz e, desde o começo desse ano, assumiu como vocal e guitarra da banda.

O Tópaz é uma banda gaúcha formada em Cachoerinha, região metropolitana de Porto Alegre. Atualmente tem Alexandre Nickel (vocais e baixo), Pedro Ramos (vocais e guitarra), Lorenzo Flach (guitarra) e Leandro Neko (bateria) no comando da banda. Já lançou os CDs Outra Direção (2007), III (2010), Onze Nós (2012) e Nós Somos os Piores (2014).

topaz2
Foto: Stefano Loscalzo – Facebook Tópaz 31/07/2016

Fora os CDs, foi lançado o EP acústico Tópaz Ao vivo em Marrocos – Acoustic Sessions (2015). Esse foi o único compilado que não foi disponibilizado gratuitamente. Toda verba arrecadada foi para ajudar na recuperação do ex-vocal da banda, Cris Möller, que sofreu grave acidente de moto em 2014.

Ao Vivo em Marrocos traz seis regravações e uma música inédita, “Nada é Maior”. O EP conta com as participações de Thedy Correa (Nenhum de Nós), Uyara Torrente (A Banda Mais Bonita da Cidade), Lucas Silveira (Fresno) e Rodrigo Costa (Forfun).

“O Maior Idiota do Mundo” está no álbum III (2010), ganhou clipe (abaixo) e também está no Ao vivo em Marrocos (2015) com participação de Pedro Ramos (que atuou como músico convidado no EP).

Os últimos videoclipes foram lançados após a volta de Pedro Ramos à banda. O primeiro, em março de 2016, foi uma versão de “Nós Somos os Piores” tocada à oito mãos no piano. (Amo essa versão 0/)

E o segundo, portanto último, foi lançado no mês passado. “Quando A Gente Cresce”, do álbum Nós Somos Os Piores (2014), teve a participação de fãs que toparam fazer tattoos com a letra da música.

Mesmo com o tal “refrão que gruda”, Tópaz não se preocupa apenas em fazer músicas “vendáveis”, no formato para serem consumidas pelo mercado, e sim foca em produzir um som sincero, real, e fiel à alma de cada integrante. Como o perfil da própria banda no Facebook descreve, Tópaz faz música para eles mesmos (e, por sorte, tem mais gente que gosta).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s