#Conheça: Halsey, a nova americana do pop alternativo

O #Conheça de hoje desembarca na terra do Tio Sam, mais especificamente em New York, para falar de uma artista que tem ganhado cada vez destaque na indústria fonográfica. Trata-se de Ashley Nicolette Frangipane, mais conhecida hoje como Halsey. Essa jovem de apenas 21 anos (†29 de setembro de 1994), natural de Washington – New Jersey, vem dominando as paradas de sucesso ao redor do mundo com o single Closer do The Chainsmokers com sua participação. 

Mas a história dessa garota de nome estranho vai muito além de uma música. Já aos 14 tocava violino, violoncelo e viola (já podia fazer parte da Florence + The Machine). Entre os 16 ou 17 anos foi diagnosticada com transtorno bipolar. E pra foder de vez aos 18 enfrentou problemas financeiros. E a saída de tudo isso foi: a música. Ashley passou a fazer shows acústicos em algumas cidades para conseguir uma grana. Entre um show e outro, escolheu Halsey como nome artístico, que é um anagrama de seu nome, assim como é também nome de uma rua do Brooklyn.

d7c13bba3f31fb230456b508cb5b170409f5c236

Na era da Internet, qualquer aspirante a ter uma carreira artística joga vídeos no YouTube fazendo covers, joga músicas autorais em plataformas como SoundCloud ou então tenta a sorte nos The Voice’s e The X-Factor’s da vida. Para Halsey, a solução foi investir nas duas primeiras opções. E foi com uma música chamada Ghost, postada no SoundCloud em 2014, que a moça chamou a atenção da Astralwerks, um selo focado em música eletrônica e dance music da Capitol Music Group, e assinou com a gravadora para lançar seu primeiro EP.

Intitulado Room 93, o EP foi lançado em 2014 e trouxe um pop alternativo, cheio de sintetizadores, que beira o eletrônico. Chega a ser um som “sujo” e até melancólico em determinados momentos, que lembra muito os trabalhos da neozelandesa Lorde e da sueca Tove Lo. O primeiro e único single de divulgação de Room 93 foi a canção Hurricane, que já mostra toda a força do discurso feminista de Halsey.

“I’m wanderess, I’m a one night stand. Don’t belong to no city, don’t belong to no man. I’m the violence in the pouring rain, I’m a hurricane.”

“Eu sou uma aventureira, eu sou uma noite sem compromisso. Não pertenço a cidade alguma, não pertenço a homem algum. Eu sou a violência na chuva que cai, eu sou um furacão.”

Após a boa recepção do EP e pronta para lançar seu primeiro álbum de estúdio, Badlands, Halsey divulgou no ano passado uma nova versão do videoclipe de Ghost (veja aqui), que tornou-se o primeira música de trabalho do disco.

81rx8wyenl-_sl1500_

Um mês antes de por Badlands nas lojas e plataformas virtuais, Halsey lançou aquela que pra mim é sua melhor música, New Americana. A canção é um grito da geração “broad mind”, que segundo a cantora fica “chapado em maconha legalizada” e foram “criados ouvindo Biggie (Notorious B.I.G.) e Nirvana”.

Com o seu primeiro disco lançado, Halsey chamou a atenção de ninguém menos que Justin Bieber. JB convidou a moça para uma parceria, no seu até então inédito álbum Purpose. The Feeling é uma das mais legais do Purpose, e foi produzida por Skrillex. Veja o vídeo aqui.

tumblr_nq7n40y3951uv1kugo2_1280

Para terceiro single do disco, escolheu a maravilhosa Colors. Uma canção que segue a linha “solitária” e regada a drogas que o álbum todo perpassa. E o roteiro do videoclipe é simplesmente sensacional.

“Everything is blue, his pills, his hands, his jeans. And now I’m covered in the colors, pulled apart at the seams and it’s blue…”

“Tudo é azul, suas pílulas, suas mãos, seus jeans. E agora eu estou coberto com as cores, separado pelas costuras. É azul…”

O álbum sem dúvida alguma reflete os momentos pelos quais Halsey por ter transtorno bipolar tão jovem, mas mostra também a superação desse problema através da música. Eu simplesmente curto muito o Badlands, que possui outras músicas maravilhosas como DriveRoman HolidayHauntingHold Me DownCastle (que serviu de trilha sonora para o filme O Caçador e a Rainha de Gelo).

Halsey ganhou muito espaço na indústria. Cantou e encantou no Lollapalooza Brasil deste ano, performou em duas grandes premiações como o MTV Movie Awards e Video Music Awards, e ganhou ainda mais notoriedade com o sucesso de Closer. Ótima cantora, compositora, uma artista completa, que tem tudo para fazer história na música pop.

halsey

Gostou do post? Curta, deixe o seu comentário e compartilhe nas suas redes sociais. Abaixo você confere a versão deluxe de Badlands, disponível no Spotify.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s