‘Animais Fantásticos e Onde Habitam’ é tudo e muito mais o que os fãs esperavam

Desde que a franquia Harry Potter chegou ao fim em 2011 com o derradeiro oitavo filme, Harry Potter e as Relíquias da Morte Parte 2, a Warner Bros. procurava desesperadamente por alguma nova franquia ou série de filmes que pudesse continuar enchendo seus cofres. Como boa parte de outras sagas já estavam em andamento em estúdios concorrentes, por que não adaptar outros livros do universo Harry Potter? É daí que surge Animais Fantásticos e Onde Habitam, um dos livros que Harry, Hermione e Rony utilizam em Hogwarts. O livro escrito por Newt Scamander, um magizoologista, é uma espécie de catálogo de criaturas mágicas, com todas as informações sobre elas.

animais-fantasticos-e-onde-habitam_banner-3

É baseado nessa ideia que chegamos ao primeiro filme derivado da franquia de J.K. Rowling. Com um roteiro original, escrito pela própria J.K. Rowling e dirigido por David Yates que fez os últimos quatro filmes de Harry PotterAnimais Fantásticos e Onde Habitam se passa em New York no ano de 1926, 70 anos antes da saga de Harry. O britânico Newt Scamander, interpretado pelo ganhador do Oscar, Eddie Redmayne, desembarca em New York com uma maleta cheia de animais mágicos que coletou durante suas viagens. Alguns desses animais acabam escapando, colocando em risco os trouxas (no-magic) e a exposição dos bruxos.

screen-shot-2016-04-11-at-12-03-09-pm

O filme tem um time perfeito. Tudo acontece e se desenvolve em um ritmo bom. A melhor coisa que a Warner fez foi deixar a dona J.K. Rowling assumir o roteiro do longa, porque PQP está muito bem amarrado. O filme resolve-se por si só. Há referências a Hogwarts, Dumbledore, entre outras. A direção de David Yates é satisfatória, mas nada como um bom roteiro nas mãos né?! Há algumas reviravoltas no filme que são essenciais para prender a atenção do espectador. Se você não assistiu aos outros filmes de Harry Potter ou não leu os livros, fique tranquilo que você conseguirá entender a trama, mesmo que algumas referências passem desapercebidas. O cuidado com os animais é a grande lição do filme, que até parece mensagem de filmes da Disney, haha.

0-48

O elenco é sensacional, principalmente o quarteto protagonista. A começar pelo esquisitíssimo e tímido Newt de Eddie Redmayne, que parece que nasceu pra fazer este personagem. Katherine Waterston que interpreta Porpentina Gooldstein, é a heróina em busca de provar o seu valor. Alison Sudol faz a irmã de Porpentina, Queenie, uma bruxa sedutora capaz de ler a mente das pessoas. Mas o destaque mesmo fica por conta de Dan Fogler que faz o trouxa Jacob Kowalski. É dele todo o alívio cômico do filme. É um personagem muito carismático e cativante. Dá vontade de levá-lo pra casa de tão fofo!

jacob-kowalski
Dan Fogler em uma das cenas mais engraçadas do filme.

É apresentado a MACUSA (Magical Congress of the USA), uma espécie de Ministério da Magia norte-americano, liderada pela bela Seraphine Picquery (Carmen Ejogo). O pai de Angelina Jolie, Jon Voight faz uma ponta como o senador trouxa, Henry Shaw Sênior. Colin Farrell, quem diria, faz uma excelente atuação como o antagonista Percival Graves. E Ezra Miller, PQP Ezra Miller! Ezra, ao meu ver, tem a melhor atuação do elenco, fazendo o perturbado Credence Barebone.

Cata a cara do Ezra.
Cata a cara perturbada do Ezra.

Os efeitos especiais são excelentes e tudo funciona muito bem. Destaque principalmente aos animais de Newt, que beiram a perfeição e realismo. Fazia tempo que eu não assistia a um filme em 3D que realmente valesse a pena o valor do ingresso. O 3D funciona MUITOOOOO BEM! É um dos grandes trunfos da equipe de efeitos especiais.

Tronquilho, um dos animais mais encantadores do filme.
Tronquilho, um dos animais mais encantadores do filme.

Animais Fantásticos e Onde Habitam poderia ser só mais uma tentativa de um estúdio ganhar dinheiro em cima de aficionados por uma franquia, mas acaba sendo o reinicio nas telonas de um universo mágico com futuro altamente promissor. Apenas o fato de termos mais quatro filmes confirmados e a famosa batalha dos livros, entre Alvo Dumbledore e Gerardo Grindelwald (interpretado pelo Johnny Sparrow Depp), é de deixar qualquer potterhead arrepiado e extremamente empolgado.

animais-fantasticos-e-onde-habitam_banner-1

No fim das contas, Animais Fantásticos e Onde Habitam é um filme nostálgico e mais maduro em relação aos demais longas de Harry Potter. Consegue mesclar ventura, ação e fantasia. E entrega um conteúdo tão bom, mais tão bom, que nem o fã mais doente da saga esperava por tanto. É o melhor blockbuster que assisti este ano. Mágica surpresa!

posterafeoh-terceiro-1

Anúncios

2 comentários em “‘Animais Fantásticos e Onde Habitam’ é tudo e muito mais o que os fãs esperavam

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s