The Weeknd coloca todo mundo pra dançar com ‘Starboy’

14457341_1239972192693264_8337893551385098494_n

O que um artista faz quando vende mais de 2 milhões de discos mundialmente, lança hit atrás de hit nas rádios, ganha inúmeros prêmios incluindo Grammy e tem um dos discos mais aclamados dos últimos anos? Descansa e vai curtir as férias, certo? Não para Abel Makkonen Tesfaye ou como popularmente o conhecemos, The Weeknd.

The Weeknd alcançou tudo isso que citei com o disco Beauty Behind the Madness, lançado no ano passado. E pra não deixar a peteca cair, o cara lançou no mês passado o seu terceiro álbum de estúdio, Starboy. Com um time de respeito, The Weeknd “voltou” com tudo com o álbum visual (eita que essa moda pegou hein), Starboy. Nomes como Daft Punk, Max Martin, Lana Del Rey, Kendrick Lamar, Future, Diplo e Benny Blanco – só para citar alguns – colaboram com Abel em seu novo trabalho.

Foto: Genius.
Foto: Genius.

1. Starboy feat. Daft Punk: a música que leva o nome do disco e é o primeiro single de trabalho, conta com a colaboração do Daft Punk e é pura ostentação. O “pegador” The Weeknd se joga em um emaranhado de R&B, disco e EDM, fruto da produção do Daft Punk. A música claramente traz a sonoridade do super premiado Random Access Memories do Daft Punk, eleito álbum do ano no Grammy de 2014. É a música perfeita para abrir o disco.

2. Party MonsterThe Weeknd é daqueles que vão pra balada, bebe vários drinks, pega a mina e acorda no dia seguinte sem saber o nome da moça. Party Monster é uma excelente faixa pra ilustrar essa situação. É um R&B delicioso pra dançar muito na balada de hip-hop e de quebra conta com a voz sexy de Lana Del Rey entoando alguns no final da canção.

3. False Alarmassim que escutei False Alarm pela primeira vez, o som mais veloz e “pesado”, me fez lembrar The Veronicas (não sei por que gente, escutem Untouched delas). A música é pura adrenalina, assim como o violento videoclipe dirigido por Ilya Naishuller. Filmado todo em primeira pessoa, o vídeo registra um assalto a banco e a posterior perseguição policial. Cenas fortes, porém muito bem feitas.

4. Reminderem Reminder, The Weeknd dá uma acalmada (mas não muito). Reminder é aquele R&B que você começa a mexer a cabeça assim dá o play.

5. Rockin’o R&B dançante com elementos eletrônicos surge em Rockin’. Na real, nem sei se podemos classificá-la como R&B, a faixa é muitoooooo pop e com um refrão bem chiclete. A música é um verdadeiro hit pronto pra bombar nas rádios do mundo todo, trabalho que Max Martin sabe fazer muito bem. Ele escreve e produz a canção com The Weeknd. E pra quem não sabe, Martin é o maior hitmaker do pop, fez vários hits dos Ariana Grande, Britney Spears, Kelly Clarkson, Katy Perry, Christina Aguilera e Taylor Swift, só para citar alguns dos artistas.

6. Secretsuma das músicas que mais gostei do disco. Secrets é de uma qualidade absurda. Muito bem produzida, com uma melodia viciante e até certo ponto simplista, a canção é deliciosa aos ouvidos.

I hear the secrets that you keep, when you’re talkin’ in your sleep. I hear the secrets that you keep, keep, keep. When you’re talk, talkin’, talkin’.

7. True Colorsentre tantas músicas feitas pra se jogar na pista, The Weeknd investe em uma baladinha romântica feita pra pensar no crush. A música é ótima e lembra canções do Kiss Land (2013).

8. Stargirl Interlude feat. Lana Del Rey: esse é aquele interlude que deveria ser uma faixa de pelo menos 4 minutos. Nos pouquíssimos 1’52” de melodia, você é levado a um outro planeta com a combinação perfeita de vozes de The Weeknd com Lana Del Rey. É sexy, é ousado, é muito amor envolvido. Os dois retomam a parceria que rolou em Prisoner, presente no Beauty Behind the Madness (2015).

Foto: Facebook do artista.
Foto: Facebook do artista.

9. Sidewalks feat. Kendrick Lamar: de uma parceria maravilhosa com Lana Del Rey, The Weeknd nos presenteia com outro feat. ainda mais fantástico. Um dos melhores rappers da atualidade, Kendrick Lamar, solta suas rimas na excelente Sidewalks.

10. Six Feet Underprovavelmente minha canção favorita (provavelmente porque é difícil escolher só uma como favorita). Six Feet Under é aquele R&B maravilhoso que não escuto desde que Usher e Chris Brown decidiram fazer músicas medianas. As batidas são sensacionais e os vocais de Future, que escreveu a canção com Abel se encaixam como uma luva.

11. Love to Laysó de escutar Love to Lay imaginei que Max Martin trabalhou na música. Bom, eu estava certo. A música é mais um hit, super radiofônica e com um potencial enorme de virar single. Tente não ficar com este refrão na cabeça: ” ‘Cause she loves to lay, I learned the hard way. She loves to lay, I’m all to blame. I learned the hard way“.

12. A Lonely Nightem mais uma produção pop eletrônica, The Weeknd pede desculpas por iludir a novinha. É uma boa e divertida faixa, mas parece mais do mesmo, sabe?! A qualidade é a mesma das demais canções do disco, porém essa é uma das que menos gostei.

13. AttentionAttention é aquela canção padrãozinho que todo artista de R&B que se preze tem no repertório. Ritmo mais suave, batidas mais contidas e vocais “sexy” bem postados. Beyoncé, Justin Timberlake, Bruno Mars, Ciara, Usher, todos possuem canções assim; com The Weeknd não é diferente. Excelente faixa, diga-se de passagem.

14. Ordinary Lifeao estilo de Six Feet Under, The Weeknd nos agracia com um R&B viciante e de batidas bem encaixadas, feitas pra mexer o corpo na balada. Mais um ponto pro Max Martin.

15. Nothing Without Youo baladeiro, pegador e gangsta apresentados até aqui, dão lugar a um homem sofredor, bem na fossa mesmo. O rapaz sofre de amor demais, haha. A música é sensacional, tanto em composição como em produção, que aqui ganha o reforço do Diplo.

16. All I Know feat. Future: dessa vez com um som mais tranquilo e menos radiofônico que Six Feet Under, The Weeknd chama novamente Future para colaborar no disco. Na real, a melhor parte da música fica por conta do rap de Future, que é muito bom.

17. Die for Youmesmo com tantas músicas fantásticas no álbum, The Weeknd parece não ter poupado esforços em se superar. Die for You está entre as cinco melhores canções do Starboy. Nas devidas proporções, a música é tão icônica como Earned It.

18. I Feel it Coming feat. Daft Punk: o álbum começou com o emaranhado de R&B, disco e EDM e termina assim também. Daft Punk volta para fazer mais uma excelente música com The Weeknd. É a música perfeita para fechar o disco e desde já faço um apelo: deem um Grammy pra essa música plmdds, pois muito boa!

Foto: Facebook do artista.
Foto: Facebook do artista.

Pra completar essa obra maravilhosa que Abel nos presenteou, o cara seguiu a tendência do mercado e fez um curta pro disco. M A N I A é o material visual de Starboy, dirigido por Grant Singer e escrito pelo próprio The Weeknd, o curta é uma espécie de continuação para o videoclipe de Starboy, começando com uma pantera e posteriormente com The Weeknd dirigindo até uma festa. O curta ainda é estrelado por Anais Mali e John Holland, e conta com muita sedução e sangue. A fotografia de Natasha Braier é impecável. All I Know, Sidewalks, Secrets, Party Monster e Feel It Coming são as músicas utilizadas na produção. Apesar de belíssimo, o curta não é tão pretensioso quanto aos demais álbuns visuais lançados este ano, como o Lemonade de Beyoncé, Fairy Dust da Tove Lo, The Odissey da Florence + The Machine ou o The Gospel da Alicia Keys, o que não desmerece em nada este excelente trabalho de The Weeknd.

The Weeknd conseguiu se superar neste álbum. Abel vem de um ano glorioso com o Beauty Behind the Madness e continuará assim com Starboy. O disco é mais comercial que os anteriores, porém é um comercial com muita qualidade artística.

Foto: Facebook do artista.
Foto: Facebook do artista.

Com Starboy, The Weeknd mantém a essência do R&B apresentado em seus álbuns e mixtapes anteriores, acrescentando elementos do pop e da música eletrônica. Tudo isso em contornado de letras muito bem escritas e radiofônicas. É um álbum bem “nigga”, feito para cantar e dançar nas baladas. The Weeknd mostra mais uma vez que hoje, dentro do cenário masculino do R&B, é ele quem puxa o trenzinho do sucesso.

Gostou do post, tem alguma sugestão, dúvida ou reclamação? Deixe seu comentário e não esqueça de compartilhar com os amiguinhos!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s