‘So Good’ de Zara Larsson soa tão bom quanto o nome

zara-larsson-so-good

Em março, a sueca Zara Larsson lançou seu segundo álbum de estúdio, So Good, o primeiro com lançamento mundial. O Cultura – que fez um #Conheça sobre a cantora em agosto do ano passado – demorou, mas traz agora o review do disco.

So Good vinha sendo testado desde 2015, após o estouro de Lush Life e Never Forget You. Com mais três singles lançados, Zara pôs o álbum pra jogo e o resultado não poderia soar tão bom. Composto de 15 faixas, So Good é daqueles álbuns pop “redondinhos”, cheios de hits para as pistas e momentos mais tranquilos.

Foto: Billboard.

1. What They Say: o abre-alas do álbum é a deliciosa What They Say. Uma baladinha pop bem chiclete, que trabalha bem os tons mais suaves da cantora. A canção é produzida pelo rapper MNEK, que participa do single Never Forget You e produz também Ain’t My Fault.

2. Lush Lifeo hit. Lush Life sem dúvida alguma o grande sucesso do disco. Como citei no #Conheça da cantora, a canção tem uma letra despojada e chiclete, feita para as baladas.

3. I Would Likecom sample da canção Dat Sexy Body de 1998 do DJ jamaicano Sasha, I Would Like ganha uma roupagem moderna e mais dançante. É uma das minhas canções favoritas no álbum.

4. So Good feat. Ty Dolla $ign: a faixa que leva o título ao disco segue a fórmula que tem dado certo desde os anos 1990 com a Mariah Carey: R&B cantado por uma mulher e um rapper de participação. Apesar de utilizar dessa fórmula batida, So Good é uma excelente canção. O rap de Ty Dolla $ign é daqueles que engrandecem a faixa, que conta com o cantor Charlie Puth como um dos compositores.

5. TG4Mem TG4M, Zara tenta se encaixar em um amor bom demais pra ela. O refrão é bem chiclete:

You’re too good for me but I want, but I want you anyway. And I know that I don’t fit it, but I want, but I want you anyway. Only you, only me, that is all that I need. Only you, only me, only you. Boy you’re too good for me but I want, but I want you anyway.

6. Only Youuma das poucas baladinhas românticas do disco, Only You é pura intensidade e sentimento: ” ‘Cause I can’t love nobody like I love myself, like I love myself. Only you, eh (Porque eu não posso amar ninguém como eu me amo, como eu me amo. Só você, eh)”. A música mostra o lado mais vulnerável e íntimo de Zara.

7. Never Forget You feat. MNEK: em Never Forget You, outra música já conhecida dos fãs, Zara brinca com elementos eletrônicos e de R&B. MNEK praticamente faz um dueto com a cantora na faixa e não somente o “feat”, o que deixa a música ainda mais empolgante.

8. Sundown feat. Wizkid: com uma pegada reggae, Sundown é aquela música pra curtir um final de tarde na praia com os amigos. Apesar disso, é uma das faixas mais fracas do álbum.

9. Don’t Let Me Be Yoursatual single da cantora, Don’t Let Me Be Yours é um amorzinho de música. Tem um refrão viciante e uma batida maravilhosa. O britânico Ed Sheeran é um dos compositores da canção.

10. Make That Money Girlfã assumida de Beyoncé e Rihanna, Zara explora o seu lado feminista e girl power em Make That Money Girl.

11. Ain’t My Faulta música que mais gosto no álbum. Ain’t My Fault é um verdadeiro hino pop. Cheio de atitude, ritmo, refrão chiclete e evolução perfeita.

12. One Mississippifaixa na qual os vocais de Zara são mais bem explorados, One Mississippi possui uma “alma” sem igual. A faixa nasce como um hit atemporal.

13. FuneralZara faz um funeral do seu amor pelo ex. A letra é muito bem escrita e a produção bem executada.

14. I Can’t Fall in Love Without YouZara fala de reciprocidade em I Can’t Fall in Love Without You. Canção linda e que complementa bem todo o disco.

15. Symphony with Clean Bandit: encerrando o So Good com chave de ouro está Symphony, música do trio de música eletrônica Clean Bandit e que conta com os vocais de Zara. Tenho um carinho especial por essa música. Além de uma letra incrível, o videoclipe de Symphony passa uma mensagem maravilhosa.

Zara Larsson demorou, mas debutou internacionalmente da melhor forma possível. A jovem de apenas 19 anos mostra versatilidade ao caminhar bem no pop, no R&B e na EDM. So Good é uma mistura de todos esses ritmos e um bom início para a promissora carreira de Zara ao redor do mundo. Zara não veio para brincadeira e tem tudo para lançar outros trabalhos tão bons quanto So Good.

Foto: Headline Planet.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s