Homem Aranha: De Volta ao Lar

O amigão da vizinhança está de volta. Estreou nesta semana o novo longa do Homem-Aranha, Homem-Aranha: De Volta ao Lar. Este já é o sexto filme do herói, agora protagonizado por Tom Holland (o terceiro ator a viver o aracnídeo) e é o primeiro no qual o Marvel Studios assume a direção criativa, após acordo com a Sony Pictures.

O filme acompanha Peter Parker (Tom Holland) voltando à sua rotina, já não tão tranquila, após atuar ao lado do time do Homem de Ferro em Capitão América: Guerra Civil. Além de lidar com a vida escolar, Peter luta diariamente contra pequenos criminosos de New York, enquanto aguarda ansiosamente pela próxima missão com os Vingadores. Surge então o vilão Abutre, vivido pelo Batman Michael Keaton, que utiliza tecnologia alienígena para cometer crimes. Peter vê ali a sua grande chance de provar o seu valor como herói para Tony Stark (Robert Downey Jr.) e entrar definitivamente para os Vingadores.

Imagem: Gizmodo Australia.

Logicamente, a tarefa de derrotar o Abutre não é nada fácil. Apesar do traje high-tech desenvolvido pelo próprio Tony Stark, Peter ainda é jovem e prepotente, que precisa aprender com os seus erros. O filme basicamente acompanha a jornada do herói, assim como os outros filmes estrelados por Tobey Maguire e Andrew Garfield, com uma pequena diferença: em De Volta ao Lar não explica a origem dos poderes do Homem-Aranha – até porque não precisa né. Partimos diretamente para o desenvolvimento de Peter como herói. Nesse ponto, o roteiro do longa é perfeito e sem pontas soltas. Embora simples, o roteiro é conciso, no tempo certo e ainda tem umas das melhores e gratas surpresas de todos os filmes do Aranha.

Michael Keaton está sensacional como Abutre. Posso afirmar que é um dos melhores vilões apresentados no universo Marvel até hoje (não que isso seja muito difícil né?!). Suas motivações em roubar tecnologia alienígena são bem explicadas e compreensivas. Ele representa um grande risco ao Homem-Aranha, embora os dois não tenham entrado em confronto tantas vezes durante o filme. Mas você sente o perigo que o Abutre representa a tudo o que Peter mais preza na vida. Além disso, o Abutre ainda conta com outro vilão do universo do Aranha em seu time de capangas, trata-se do Shocker (Bokeem Woodbine).

É incontestável a atuação e o Peter Parker de Tom Holland. Finalmente, temos o Homem-Aranha dos quadrinhos e animações. Nerd, engraçado, atrapalhado, tímido e zoeiro. Ele traz todas essas qualidades que deixam o filme como ele deve ser: leve e divertido. O fato dele ainda ser um adolescente e estar na escola, torna tudo ainda mais interessante. Os outros filmes também mostraram Peter no colégio, mas foram pouquíssimos os momentos. Em De Volta ao Lar, vivenciamos de fato a vida escolar de Peter. O amor que ele “esconde” por Liz (Laura Harrier), a amizade com Ned (Jacob Batalon), as respostas à lá Hermione Granger nas aulas, as festinhas descoladas demais para nerds, etc.

Imagem: WallpapersHome.

O Homem de Ferro, Robert Downey Jr., aparece em alguns momentos do filme sendo essencial para a formação de Peter como herói. É um belo de um tutor. O elenco de apoio é muito bom e garante ótimos momentos, principalmente o personagem de Jacob Batalon (Ned), que é responsável pelas cenas mais engraçadas do filme. Marisa Tomei faz uma tia May que muito se assemelha a Megan Fox, ou seja, está ali só para mostrar o quanto é gostosa. A cantora e atriz Zendaya (Michelle) é pouco explorada neste primeiro longa, mas tudo indica que terá um papel mais importante na continuação.

Imagem: Screen Rant.

Dirigido por Jon Watts (diretor Clown e A Viatura), Homem Aranha: De Volta ao Lar é o filme que os fãs e o público em geral mereciam. Homem-Aranha é um dos, se não o herói mais importante da Marvel, e merecia um longa bem produzido como este (mesmo eu amando Homem-Aranha 2). Não há muito o que falar sobre efeitos especiais ou coisas do tipo. O filme em si é muito simplista. Não temos a chuva de efeitos como em Doutor Estranho ou a grandiosidade e beleza de fotografia de Mulher-Maravilha. Até por que Homem-Aranha é um filme urbano e segue a linha pobre do próprio personagem. E isso é simplesmente maravilhoso. Pra variar, temos duas cenas pós créditos: uma dando gancho para a sequência e outra um tanto quanto revoltante (embora engraçada).

Tom Holland conseguiu trazer a essência do personagem, assim como Jon Watts junto com os outros roteiristas, conseguiram acertar o tom do filme. Ter o Homem-Aranha dentro do universo cinematográfico Marvel foi uma das melhores decisões que os executivos da Sony tiveram na vida. A ansiedade para ver mais deste Homem-Aranha nos cinemas, seja lançando teias ao lado dos Vingadores ou sozinho, só aumentou. De Volta ao Lar é sem dúvida um dos melhores filmes da Marvel e o melhor já feito do Cabeça de Teia.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s