‘Oito Mulheres e um Segredo’ é divertido, mas não empolga

Debbie Ocean (Sandra Bullock), irmã de Danny Ocean (George Clooney), acaba de sair da penitenciária em liberdade condicional, após cumprir anos de prisão ela planejou o assalto perfeito, agora ela só precisa juntar o time e colocar o plano em ação. A primeira pessoa que Debbie procura é Lou (Cate Blanchett) sua amiga e companheira de golpes passados. Após propor sua ideia elas começam a juntar um time para fazer um roubo em pleno Met Gala no Museu Metropolitano de Arte em Nova York. O recrutamento começa por Rose Weil (Helena Bonham Carter) uma design falida e com uma dívida milionária com a receita, sua missão é vestir a atriz Daphne Kluger (Anne Hathaway) para o baile e garantir que ela use uma joia de 150 milhões de dólares no pescoço, o objeto que precisa ser roubado. Depois vamos conhecendo a hacker Nine Ball (Rihanna), a ladra Constance (Awkwafina), a receptadora e dona de casa Tammy (Sarah Paulson) e a expert em joias Amita (Mindy Kaling).

Danny morreu enquanto Debbie estava na penitenciária e por isso vemos pouca interação entre o grupo do Danny e da Debbie, ainda que essa interação aconteça mais como uma lembrança de que esses personagens fazem parte do mesmo universo do que por desenvolvimento de roteiro. Toda a base do filme e a dinâmica do grupo é igual a dos filmes anteriores, as interações entre Debbie e Lou são muito parecidas com a do Denny e Rusty (Brad Pitt). Isso não é exatamente um problema, mas acho que o filme poderia ter explorado a relação entre as mulheres de forma diferente e não tão ligado aos outros filmes.

Apesar das atrizes se saírem bem em seus papéis não há nenhuma que consiga se sobressair muito, algumas fazem papéis delas mesmos, como Rihanna e Mindy Kaling, e Helena Bonham Carter faz mais uma vez uma mulher excêntrica, enquanto Debbie e Lou são as versões femininas de Danny e Rusty. Não há nada novo aqui, nem na abordagem do assalto, nem nas relações interpessoais das personagens, ainda assim é um filme divertido.

O grupo trabalha bem junto e conduz com maestria o show de ilusionismo que é um assalto, inclusive é realizado golpes dentro de golpes e no final é mostrado ao telespectador como ele também foi ludibriado pelas manobras do grupo e como o plano arquitetado por Debbie na prisão é ambicioso e extremamente arriscado. Leve, divertido e despretensioso assim é Oito Mulheres e um Segredo, bom entretenimento, mas nada memorável.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s